Make your own free website on Tripod.com
Maranews
Edição 12,20/ag/2003
Home
Quem sou eu
Rádios e TV ao vivo
Cursos gratuitos on line
Links interessantes
Sites de buscas
Tradutor e conversor de moedas
Previsão do Tempo
Receitas
Esculturas com frutas
Livraria Virtual
Formulário de Isento da Receita Federal
Livro de Visitas
Classificados
Entrevistas
Pela Net
Vai Rolar
Já Rolou
Perfume de mulher
Turistando
Moldura
Pitaco
 
"Pai, afaste de mim este cálice, pai... de vinho tinto, de sangue. Por que beber dessa bebida amarga?"  
                                                                            Chico Buarque     
 
                                                         
Bonfim

Dia 10 de agosto foi o Dia dos Pais no Brasil. Lembro-me do meu pai, já falecido... e das poucas histórias engraçadas que ouvia dele. Depois de separar-se da minha mãe, foi morar com a mãe-adotiva e uma velha tia... extremamente consumista! A felicidade dela era o Natal e o homem do baú, Silvio Santos. Morreu antes de todos e sem tempo de quitar os débitos... Um dia, um cobrador desavisado bateu na porta e perguntou por ela. Meu pai atendeu, viu que era cobrança, e respondeu que ela havia se mudado. O cobrador insistiu em ter o novo endereço, já pegando uma caneta para anotar. Meu pai começou a ditar: Lote tal, número tal. Sabe o Bonfim? Afoito, o cobrador respondeu que sim, vislumbrando em breve o recebimento. Pois é - disse meu pai - é lá, no Cemitério. O cobrador assustado, querendo certificar do inesperado. Meu pai confirma: Cemitério. Repete:  Cemitério do Bonfim. O vendedor fica sem graça e se despede com meus sentimentos. Depois, foi o meu pai quem se mudou para o Bonfim. Que Deus tenha lhe conduzido a este rumo. Na música do Chico, Pai, afaste de mim este cálice, que sei bem o sentido, era cale-se do verbo calar, nos tempos da mordaça política. Para o meu pai, vítima de alcoolismo, com pouco mais de 40 anos, eu cantaria: Pai, afaste de ti este cálice, Pai!...

Solidariedade
 
No Brasil, várias organizações não-governamentais (ONGs) estão ajudando o governo Lula a diminuir a miséria do povo, entre elas, o Projeto Social Casa Própria,  da cidade mineira de Montes Claros. Dirigida pelo fiscal de rendas do estado, Elcier Brasil, e uma equipe de profissionais (todos voluntários), o projeto comemorou 1 ano com a entrega de onze casas populares. A comunidade mobilizou cerca de 100 associados que contribuem com R$ 10 reais todo mês, para a construção das casas, a serem sorteadas entre a população sem teto. Um centro de convivência também foi construído e oferece escola e ocupação aos moradores. A apresentadora global Ana Maria Braga comentou sobre esse projeto pioneiro em seu programa. A socióloga Teresinha Parrela elaborou o projeto social da fundação.

Você pode fazer doações. Visite o site: http://www.pscp.org.br 

jcolagemeditada1.jpg
 
Colagem
 
O artista plástico João Colagem convida para a abertura de seu novo trabalho na Galeria OD Art , Oude Delft 72, em Delft.  Sábado, dia  23 de Agosto a partir das 14.30h com as presenças dos embaixadores da Rússia e do Brasil.

 Sangue e vinho

Bons tanto quanto vinho, quanto mais velho melhor. Os Rolling Stones estão aqui. O grupo, Mick Jagger 60 anos completos (comemorados mês passado em Praga, na República Tcheca) Ron Wood, 56 anos, Keith Richard , 60 em dezembro e Charlie Watts, 62 estão na Holanda desde o dia 11 onde se apresentaram em Roterdã e Utrecht. No dia 20, farão sua última apresentação em Amsterdã. A única cidade do mundo, diz Jagger, que pode andar sem ser incomodado. Os holandeses os amam, mas os deixam curtir Amsterdã. Em nenhum lugar, a banda inglesa toca para um público tão grande. O segredo dos Rolling Stones sarados aos 60 é sangue novo, literalmente.Paga-se fortunas em clínicas suíças para esta hemodiálise.

rollingstones.jpg

marcoseditada.jpg
  Castelo

Já está de volta a Goiânia, o empresário do ramo de bordados Marcos Ronaldo de Paiva, 36 anos (foto), que veio à Europa se inteirar sobre o lançamento das novas linhas de equipamentos para sua Companhia Computadorizada Bordar. Ele aproveitou para conhecer a principal região vinícola alemã, e  na cidade de Haarzuilen, na Holanda, nos mostra o Castelo de Haar. Um dos que não foram bombardeados pelos alemães por uma estratégia dos moradores. Logo após a invasão do país, eles hastearam uma bandeira alemã, para quando os aviões inimigos sobrevoassem o local, pensassem que o Castelo já houvesse sido confiscado pelos nazistas. A tática deu certo. O Castelo pertencente a uma família francesa, fica aberto à visitação durante o ano inteiro. À exceção, no mês de setembro, quando, ocasionalmente, os proprietários passam férias no local.

 Contato: maraparrela@brazilianpress.com

Colaborou: Francis Silva